Raça Negra Gospel, grupo de pagode Gospel

Pagode do Raça Negra Gospel surpreende evangélicos

O grupo Raça Negra Gospel, conhecido por criar versões gospel da banda Raça Negra, completa mais um ano de ministério e pregação. Com seu bom pagode evangélico o grupo tem conquistado o Brasil e alguns países da América Latina por onde passou.

O pastor Fábio líder da banda de pagode, diz que nesses anos de trajetória com o Grupo Raça Negra Gospel, foram inúmeras viagens pelo Brasil e até no exterior. Esteve pregando e cantando canções conhecidas de uma das bandas mais famosas do país.

No canção"Te Amo Senhor", a banda aproveitou as batidas da música "É Tarde Demais", e introduziu letras de louvor e com uma pegada do pagode gospel.

Em janeiro de 2019, a banda Raça Negra Gospel teve o seu ministério oficializado, ampliando a mensagem de Deus para mais pessoas. Suas canções falam de amor, fé, paz e dedicação para Jesus.

E desde o surgimento da banda, diversas situações foram relatadas pelo pastor Fábio. Dentre elas, uma que ocorreu em 2007, durante uma apresentação na faculdade em Santa Cruz de La Cierra, na Bolívia. O grupo foi anunciado como sendo a banda brasileira Raça Negra. Essa divergência de informação causou um certo tumulto no auditório, de pessoas que não estavam entendendo o que estava acontecendo.

Para resolver o problema, o pastor disse que resolveu improvisar, e cantou uma das músicas da banda. Logo grupo foi aceito pelas mais de duas mil pessoas, e também a Jesus como digno de Glória e Poder.

A banda é composta por profissionais qualificados. Com 10 integrantes, que com muita fé sempre levam a palavra de Deus através do louvor e das canções que representam o ministério da banda.

O pagode gospel é um segmento que vem cada vez mais crescendo no meio evangélico, saindo daquela linha de que a música evangélica precisa seguir um padrão.

E o pagode gospel bem feito do grupo mostra isso com o sucesso da banda por diversos locais do Brasil e no mundo.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *