Conecte-se conosco




Polêmica

Flordelis não perdoa e por vingança exonera pastores que saíram da sua igreja

Publicado

em

Pastores abandonan Flordelis e ela se vinga

Dois pastores que saíram da igreja de Flordelis foram exonerados de seus cargos públicos. Os internautas que não perdoam nada atribuem a atitude da cantora gospel foi uma vingança.

+ Bispo alfineta Flordelis nas redes sociais

Vingança ou não, mas Flordelis exonerou na última semana os pastores Querley Libério de Araújo e Rení Rodrigues de Moraes. Os dois eram secretários parlamentares desde o início do mandato da cantora gospel. O detalhe é que perderam os cargos depois que deixaram a igreja da pastora.

A saída dos pastores da igreja de Flordelis teria acontecido após o assassinato do pastor Anderson do Carmo, em junho deste ano. E como um ato de vingança, como julgam os internautas, a deputada teria tirado ambos dos cargos por acreditar que isso seria uma traição. Justamente no momento da qual ela mais precisava de ajuda e apoio.

Essa informação foi noticiada pelo Jornal Extra, que acabou sendo confirmada pela Assessoria de Imprensa de Flordelis. Ela alegou que as exonerações foram causadas porque ambos não atendiam mais as "expectativas administrativas".

O pastor Rení era considerada braço direito de Flordelis na igreja, e na Câmara dos Deputados. Ele recebia um salário de R$ 1.191, além de R$ 803 de auxílio.

Já o pastor Querley ganhava R$ 1.480 de remuneração além de R$ 1.808 de auxílios. Atualmente ele está como pastor de uma outra igreja em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio.

O Ministério Flordelis, conta atualmente com uma sede, no Mutondo, em São Gonçalo, e três filiais. Um dos filhos afetivos de Flordelis, Carlos Ubiraci, é presidente das igrejas. Função esta que era desempenhada por Anderson antes de sua morte.

Desde a morte do marido no começo do ano, Flordelis viu a sua vida política  e pessoal decair. Seja por denuncias que ainda surgem de um possível envolvimento por parte da deputada federal na morte do marido, como alguns pontos em aberto que ainda não foram explicado pelo polícia. Apesar da confissão por parte de 2 filhos adotivos do casal que assumiram a culpa pelo assassinato do pastor.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Polêmica

Igreja Universal acusada de satanismo e mandar prender pastor após denunciá-la

Publicado

em

Igreja racusada de satanismo

A Igreja Universal, que foi criada no Brasil pelo Bispo Edir Macedo, mas com sede em outros países, vem sendo alvo de investigações após o surgimento de polêmicas e mortes.

+ Pastor Jabes de Alencar esquece Bíblia e passa zombar de Cabo Daciolo

Os casos que a Igreja Universal estaria envolvida, seria morte de pessoas, abuso de funcionários, satanismo e outras polemicas, o que gerou investigação das autoridades locais de cada países. Segundo a reportagem do Uol

Um deles foi uma revolta popular que resultou na depredação de vários templos da Igreja Universal do Reino de Deus em São Tomé e Príncipe. A manifestação começou após um pastor ser preso na Costa do Marfim por ter enviado mensagens que teriam exposto trabalho escravo por parte da igreja.

Outro acontecimento envolvendo a Igreja Universal está ligado a Satanismo na Zambia, onde em 2005, a Iurd foi alvo de uma série de protestos no país, sendo acusada de "praticar satanismo".

Na ocasião, o governo do país chegou a banir a instituição e requisitar a extradição de dois pastores brasileiros, mas foram soltos e a igreja manteve a rotina evangélica no país.

Além disso, outro assunto que causou polêmica e foi um dos mais comentados envolvendo a Igreja Universal é uma denúncia feita pela rede portuguesa TVI.

Em 2017, a emissora revelou que a Iurd mantinha um "lar ilegal de crianças" nos anos 1990 de onde desapareceram menores de idade que teriam sido roubados de suas mães e pais. Nas denúncias, as crianças eram entregues por famílias com dificuldades financeiras e enviadas para outros países, sendo classificado como tráfico de crianças.

Já em Angola, em 2013, a Iurd teve suas atividades suspensas por 60 dias por conta de um acidente no estádio da Cidadela Desportiva, em Luanda, capital daquele país, e que resultou na morte de 16 pessoas.

As autoridades alegaram que o excesso de pessoas, conforme noticiado pela agência estatal de notícias angolana Angop (Angola Press), foi resultado de "propaganda enganosa" da Iurd.

Aqui no Brasil também acompanhamos diversos casos de fraudes e problemas envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus, como testemunhos falsos, aquisição de dízimos de forma ilegal e outras polêmicas.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo

RECENTES

POLPULARES

© Copyright Música Gospel 2019 | noticias@musicagospelnews.com.br | Whats 19 994096871 |